3 dicas essenciais para ter um orgasmo múltiplo

Não é todo mundo que consegue ter um orgasmo facilmente. Ter um orgasmo múltiplo, então, pode parecer algo impossível de acontecer. Mas é possível, sim!

Hoje, você vai entender exatamente o que é um orgasmo múltiplo e como você pode chegar nele – ou ajudar outra pessoa a chegar lá. Afinal, tanto mulheres como homens podem experimentar essa sensação indescritível, que é a definição da expressão “só quem viveu sabe”!

Mas, antes de ir para a ação, é preciso entender exatamente do que se trata.

O que é orgasmo múltiplo

Ele acontece quando você tem vários orgasmos em sequência, ou com pequenos intervalos entre eles. E, só com essa descrição, você talvez tenha se pegado lembrando de alguma vez que sentiu algo parecido com isso…

Muita gente acha que ter um orgasmo múltiplo é a mesma coisa que gozar por um tempão, perder os sentidos ou algo do tipo… E não é exatamente isso. Basicamente, ter mais de um orgasmo na mesma relação sexual é um orgasmo múltiplo!

Outra coisa que vale já deixar claro é que gozar e ter um orgasmo não são a mesma coisa. 

Isso mesmo: gozar é a mesma coisa que ejacular, que é o que acontece quando o corpo expele algum líquido. Já ter um orgasmo é a sensação do clímax, aquela coisa que não dá para descrever. Por isso, como falamos antes, homens também podem ter orgasmos múltiplos, porque um orgasmo não é a mesma coisa que uma ejaculação.

O que são orgasmos múltiplos

Como ter um orgasmo múltiplo?

A primeira coisa que você precisa se lembrar é que não existe “manual do sexo”. Ou seja, damos sugestões e ideias de coisas diferentes para tentar. Mas cada momento é único, e cada pessoa é diferente! Então, o melhor a fazer é ter uma boa comunicação com sua parceira ou seu parceiro para saber o que ela ou ele preferem.

Primeiro passo: se conhecer

De qualquer forma, o primeiro passo para conquistar o sonho do orgasmo múltiplo próprio é o autoconhecimento. Afinal, quem se conhece melhor sabe o que gosta e não gosta, o que dá mais tesão e o que incomoda e, principalmente, se sente mais confortável com a própria sexualidade e, por isso, se permite experimentar novas possibilidades.

Esse autoconhecimento pode vir tanto de experiências sexuais com outras pessoas como da masturbação e até ao lidar com questões psicológicas e sociais que podem atrapalhar o sexo. Há especialistas que podem ajudar a resolver esses problemas, como sexólogos e terapeutas.

Segundo passo: ultrapassar a linha de chegada

Esse primeiro passo é essencial para o segundo: chegar ao primeiro orgasmo. Mas nada de apressar ou se cobrar para isso! Afinal, colocar pressão para ele acontecer só vai fazer com que você e sua parceira ou seu parceiro se preocupem com isso. E, quanto mais preocupação tiver na cabeça, menos o sexo acontece.

Lembre-se: o orgasmo é uma consequência. Por isso, todo o caminho até chegar nele é importante. E, cá entre nós, é uma delícia!

Terceiro passo: ir atrás do próximo

Então, o terceiro passo é a continuação do orgasmo. E, se no passo anterior não adiantava ficar só com o resultado na cabeça, neste isso é ainda mais importante.

Muita gente acredita que o caminho para um orgasmo múltiplo é continuar o estímulo exatamente do mesmo jeito e no mesmo lugar, mas esse pode ser o jeito de não chegar a lugar nenhum! É que, depois do primeiro orgasmo, a tendência é que algumas áreas, como o clitóris ou a glande, fiquem muito sensíveis. Por isso, continuar insistindo no estímulo ali quando a pessoa acabou de chegar ao clímax pode incomodar e até doer.

Portanto, o ideal é, caso a outra pessoa queira continuar transando (não esqueça que não existe sexo sem consentimento), partir para outras áreas! O corpo é cheio de zonas erógenas, e existem várias formas de chegar a um orgasmo. Brinquedos sexuais, como vibradores, também podem ajudar nessa hora.

Além disso, é possível continuar a brincadeira ao redor do clitóris ou da glande, e não diretamente neles. Assim, eles continuam sendo estimulados, mas não diretamente, o que pode diminuir o desconforto – e continuar o prazer! Mas sempre preste atenção à reação da outra pessoa para ter certeza que ela está gostando.

Como conseguir um orgasmo múltiplo

Divirta-se!

Lembre-se: o orgasmo é uma resposta natural do corpo, e depende de vários fatores que vão desde o estímulo certo até estar realmente relaxada ou relaxado, sem preocupações ou cobranças.

E isso tem tudo a ver com o que a gente espera quando fala ou pensa em orgasmo múltiplo. Isto é, é claro que todo mundo quer transar gostoso e gozar muito, mas ficar com a cabeça fixa nisso vai dificultar chegar lá!

Em outras palavras, é muito melhor aproveitar cada instante da relação e deixar que o orgasmo seja uma consequência de uma foda bem feita. E o orgasmo múltiplo, também! 😉

Quer colocar as dicas em prática hoje mesmo? Encontre companhia para esta noite no Vivalocal clicando aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Back To Top